13 respostas quando um cliente em potencial diz “não temos essa dor”

Compartilhar no linkedin
LinkedIn 0
Compartilhar no facebook
Facebook 0
Compartilhar no twitter
Twitter

Todo mundo acha que a dor é terrível, certo?

Todos, exceto médicos e vendedores.

Algumas pessoas não sentem dor.

Existe até um nome para essa condição: insensibilidade congênita à dor.

E não é uma coisa boa – na verdade, é absolutamente perigoso.

Geoffrey Woods, o geneticista que descobriu a doença, disse ao The New York Times:

“A dor existe por várias razões, e uma delas é usar o corpo corretamente sem danificá-lo e modular o que você faz”.

Sim, é uma droga quando você torce o tornozelo ou queima o dedo no fogão, mas sem dor, você não saberia ver o médico ou parar de tocar no fogão.

A dor nos mantém seguros.

Quando se trata de vendas, a dor nos negócios protege os compradores, assim como a dor física protege todos nós.

As pessoas compram produtos para consertar as coisas, para que seus empregos sejam seguros e suas empresas cresçam.

Se nada estiver quebrado, com desempenho insatisfatório ou com falha, não há motivo para alterar o status quo.

Ao contrário da dor física, no entanto, a dor nos negócios nem sempre é óbvia para quem sofre dela.

E, muitas vezes, é uma reação instintiva dos clientes em potencial dizer que eles não estão enfrentando problemas apenas para tirar você do telefone.

Aqui estão 13 respostas que você pode usar para recuperar a conversa.

respostas quando um cliente em potencial diz "não temos essa dor"

13 respostas à objeção de perspectiva “Não sentimos essa dor”

1) “Quais são seus objetivos em relação à [área de negócios]?”

Seu possível cliente pode ou não estar sofrendo com problemas nos negócios, mas você não terá certeza até descobrir a situação ideal e diagnosticar a que distância estão dela.

Use esta pergunta para preparar o cenário para o estado final ideal.

2) “Como é o sucesso na [área de negócios]?”

Outra maneira de frase # 1, esta pergunta tem o potencial de abrir uma conversa mais ampla. Também revela todas as apostas pessoais que seu possível cliente pode ter na área – informações que você pode usar para alavancar suas emoções.

3) “Como é a falha na [área de negócios]?”

Tão convincente quanto entender o sucesso é entender o fracasso.

Faça com que seu cliente em potencial converse com você no pior cenário possível, para ter um ponto de referência exatamente do que eles têm medo e se é algo que seu produto pode ajudar a impedir.

4) “A partir de hoje, você diria que está mais próximo do sucesso ou fracasso na [área de negócios]?”

Se o que você aprendeu sugere que a falha está mais próxima do cenário atual do seu possível cliente, faça esta pergunta para esclarecer a questão.

As pessoas nem sempre gostam de saber o que fazer, então deixe-as formular a conclusão por conta própria. Se você sentir que seu possível cliente não está dizendo a verdade completa, use essas técnicas para aprofundar.

respostas quando um cliente em potencial diz "não temos essa dor" 1

5) “Sobre o que seu chefe fica obcecado?”

Uma das maneiras favoritas do diretor de vendas da HubSpot, Dan Tyre, de descobrir problemas nos negócios, referenciar o gerente do seu ponto de contato é uma boa maneira de obter uma visão mais completa da paisagem.

Os gerentes controlam os orçamentos, sua dor (ou sucesso) geralmente influencia a vida de seus subordinados diretos e, se seu possível cliente não tem ideia, provavelmente é muito novo para ajudá-lo.

6) “Quais estratégias você está usando para alcançar [meta de negócios]?”

Talvez seu cliente em potencial tenha iniciado uma grande iniciativa para resolver esse problema e, na verdade, não faz sentido que eles adotem uma implementação totalmente nova no momento. Você nunca sabe até perguntar.

7) “Como estão as coisas agora?”

Mesmo que seu cliente em potencial não tenha percebido a dor deles, sua experiência permitirá identificar sinais de problemas futuros.

Ou talvez as coisas estejam ruins, mas não ruins o suficiente para que eles pensem que precisam de uma solução. Faça com que eles coloquem tudo sobre a mesa antes de fazer recomendações.

8) “Qual é a sua maior bola de pêlo?”

Outra das preocupações de Tyre, essa é uma pergunta alegre que pode ser muito reveladora.

Faça com que seu possível cliente fale sobre o que é péssimo no dia-a-dia. Se você pode consertar, você é um herói.

respostas quando um cliente em potencial diz "não temos essa dor" 2

9) “* Silêncio. *”

O silêncio sempre será uma das maiores armas dos vendedores. Fique à vontade com o ar morto e você descobrirá que muitas pessoas não estão. O que significa que eles começarão a conversar mais, permitindo que você julgue se eles estavam apenas tentando enganá-lo ou se realmente não precisam do seu produto.

10) “O que você esperava sair da conversa de hoje?”

Somos todos pessoas ocupadas. O que significa que seu cliente em potencial não teria concordado em falar com você, a menos que houvesse algo que eles quisessem aprender – talvez algo que você possa ajudar.

11) “Por que você concordou em participar desta reunião?”

Esta é uma maneira mais direta de perguntar # 10. Presumivelmente, seu cliente em potencial dedicou seu tempo a você por um motivo.

Coloque o foco novamente em seus próprios objetivos.

12) “Descobrimos empresas semelhantes à sua experiência [problema específico], o que as impede de atingir [meta de negócios].

Isso soa familiar?

Enquadrar sua proposta de valor dessa maneira traz a conversa para o mundo real.

Perguntar a um possível cliente se eles estão tendo problemas no resumo não gera muito, mas contextualizar como esse problema se parece no dia-a-dia ajuda a focar sua compreensão.

13) “Em [publicação na mídia social], você / um colega / líder da empresa fez referência a [evento relevante]. Houve um evento específico que estimulou essa postagem? ”

Se você entrou em contato com um evento acionador baseado em conteúdo que sugeriu que seu produto poderia ser relevante, faça referência a ele na sua ligação.

Se nada mais, você terá um contexto e uma compreensão de quando pode ser um momento melhor para entrar em contato.

Este é um post Guest post escrito por Leslie Ye da Hubspot, originalmente publicado em Predictable Revenue e traduzido pelo time da Universidade Previsível.

Sobre a autora: Leslie Ye é uma estrategista sênior de comunicações executivas da HubSpot, trabalhando com executivos para traduzir suas idéias e experiências em conteúdo interno e externo.

 

Programa de Aceleração em Prospecção 10