Case: Como a Atom Digital fez 5 Dígitos de MRR em Menos de 2 Meses

Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook
Conteúdo

Confira esse estudo de caso da Atom Digital.

Conseguir gerar novos leads, novas oportunidades e novos clientes é sempre um desafio para maioria das empresas, mas é possível superar essas barreiras seguindo um método e adaptando a realidade do seu negócio. 

Neste artigo, vou compartilhar com você o estudo de caso da Atom, uma agência de marketing digital liderada pelo CEO Thiago Mota, e os resultados que ele conquistou aplicando os métodos ensinados em nosso Programa de Aceleração em Prospecção.

Um ponto bem interessante deste estudo de caso é que o time comercial do Thiago começou a prospectar antes da pandemia causada pela COVID-19 e, mesmo assim, conseguiu alcançar ótimos resultados antes e durante a crise!

Eu não quero dar spoiler com o que está por vir, mas tenho certeza que poderemos extrair ótimos aprendizados por aqui.

Acomode-se e aproveite o conteúdo.

O Começo

Estudo de Caso Atom Digital 1

A Atom é uma agência de marketing digital, localizada em Goiânia, fundada em 2013 pelo CEO Thiago Mota. A agência tem como foco os serviços de SEO, de Inbound Marketing e de Desenvolvimento de Websites.

Durante 4 anos, atuamos ‘praticamente’ atendendo agências de marketing e publicidade, na parte da engenharia e desenvolvimento (programação).” – Thiago Mota, CEO da Atom.

Porém, entre 2017 e 2018, eles começaram a deixar de atender as agências e passaram a concentrar seus esforços em empresas B2B. A Atom está entre as 10 maiores agência digitais no estado de Goiás e possui um time de 11 pessoas.

Principais Desafios

Um dos maiores desafios para um gestor é formar um time de alta performance e, para Thiago, não é diferente. Para se construir um bom time, é preciso também ter um bom processo.

Aqui na Universidade Previsível falamos sobre a importância de seguir os três pilares:

  • Pessoas;
  • Processos;
  • Ferramentas.

Não basta contratar, é preciso contratar bem. Em um artigo da Robert Half, eles citam 5 maiores desafios na hora de contratar uma mão de obra qualificada:

  1. Perfil comportamental;
  2. Fit cultural;
  3. Nível de senioridade;
  4. Remuneração adequada;
  5. Idioma.

O maior desafio foi formar um time eficiente com processos eficientes. Sinceramente, o dinheiro nunca foi minha prioridade, nem um fim, mas um meio de permanecer crescendo e servindo àqueles que depositaram confiança em nós. Buscamos, obstinadamente, a excelência de servir cada vez melhor. Isso sempre foi o que nos moveu e se tornou nossa cultura.” – Thiago Mota

Superado o grande desafio de “acertar” na contratação, voltamos a atenção para os processos e para as ferramentas adequadas.

Para quem trabalha com vendas complexas, com ciclo longos e muitos departamentos ou decisores/influenciadores envolvidos, pode fazer muito sentido separar sua área comercial entre prospecção (SDRs) e fechamento (vendedores), mas ainda não é algo tão comum para maioria das empresas que vendem B2B no Brasil.

Com um time coeso e um processo alinhado, a escolha da ferramenta adequada para a realidade do seu negócio se transforma em uma etapa quase natural.

Descobrindo a Universidade Previsível

Estudo de Caso Atom Digital 2

Em 2019, Thiago tinha o objetivo de crescer exponencialmente sua empresa, uma vez que já tinha seus processos e produtos validados, focando no NPS. Dessa forma, poderia atender mais clientes.

Ainda em 2018, começou a buscar entender como escalar suas vendas, fazendo treinamentos com especialistas do mercado. Foi nesse processo que ouviu falar do Aaron Ross e do seu livro Receita Previsível.

A partir desse momento, descobriu que tinha muitos colegas que já conheciam as obras do Aaron e alguns que também foram alunos da Universidade Previsível.

Ficou mais do que nítido que precisavámos trilhar o caminho do Outbound, visto que sempre trabalhamos bem o Inbound e, por ter boa qualidade e compromisso, sempre fomos muito indicados também.” – Thiago Mota

Aprendizado e prática: como foi essa transição?

O processo de aprendizado do Thiago foi extremamente positivo. Ele foi um dos alunos mais engajados de sua turma. Não à toa, conquistou ótimos resultados para seu negócio.

Eu falei e ressalto que foi meu melhor investimento em treinamento/conhecimento nos últimos 2 anos. Achei fantástica a metodologia (direto ao ponto), a atenção e o auxílio que sempre me foram despendidos pela Equipe da UP. Outra coisa muito bacana foi o time multidisciplinar de professores, sem rodeios, direto ao ponto. Sem fórmulas mágicas, e sim muito trabalho e testes.” – Thiago Mota

E por falar em Resultados…

Thiago nos contou que um dos nichos que ele tinha escolhido foi impactado pela pandemia, mas, mesmo assim, conseguiu mais de 400 contatos e cerca de 150 solicitaram proposta.

Ainda durante o programa, entre fevereiro e abril de 2020, ou seja, em menos de 2 meses,  conseguiu fechar 8 negócios no nicho que tinha escolhido.

Isso resultou em mais de cinco dígitos de MRR (Receita Mensal Recorrente).

Banner PAP

Conclusão

Um cenário conturbado, com uma economia mundial instável, traz um enorme desafio para os gestores, mas o que aprendemos com o estudo de caso do Thiago é que sim, é possível obter ótimos resultados mesmo em um cenário como este.

Implementando, testando, ajustando e, principalmente, adaptando a metodologia da Receita Previsível ao seu modelo de negócio, os resultados chegarão.

É isso que passamos para nossos alunos através do nosso Programa de Aceleração em Prospecção.

O que você achou deste estudo de caso da Atom Digital? Deixe seu comentário abaixo!

×

Conteúdo

Treinamento Online Gratuito para Pré Vendedores

Quer aprender a prospectar?

Clique no botão abaixo e inscreva-se em nosso curso gratuito de Introdução a Prospecção B2B.